Oi oi oi

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Sumi outra vez, é verdade. Já nem sei quantas vezes prometi não sumir e acabei sumindo. Ato falho. Para coroar a falta de consideração com vocês, desta vez eu nem tenho receita para tentar limpar a minha barra.
A verdade é que com a chegada do final do ano as coisas passam numa velocidade alucinante. É Domingo e de repente já é Domingo de novo. Estou correndo para tentar manter as coisas em ordem, mas nem sempre é possível. Às vezes rola aquela sensação de correr em vão. Mas vamos ao que interessa. ;)

No dia 11/02/2012 eu fiz esse post aqui recheado de promessas e voltei no mês de Agosto para dizer o que aconteceu. Como vocês perceberam, nada de substancial. A maioria das promessas continuaram como promessas e eu me vi, outra vez, fazendo mais promessas.

Eu estou super dedicada na terapia e decidida a levar adiante. Coisa que nunca fiz, já que sempre que me sentia "melhor", eu jogava tudo para o alto até me enterrar no buraco. Desta vez, não. Desta vez eu pretendo fazer tudo como manda o figurino.

Como parte do tratamento, além de contar os meus traumas por aqui (que são muitos), a minha terapeuta achou que era hora de criar mais responsabilidades e sugeriu adotar um cachorro ou um gato. Até curti a ideia e cheguei a pensar no caso, mas estou num momento um pouco contraditório, com muitas dúvidas, quase sem tempo e com muitas dívidas. Não seria justo comigo e nem com o animal assumir mais essa responsabilidade no momento. E como o gancho de tudo é a responsabilidade, resolvi criar a tão sonhada responsabilidade financeira.
Quem frequenta o Blog sabe que passei por maus bocados, momentos bem complicados e cheios de privações. Apesar de ter 50% do caminho adiantado, já que tenho casa própria, eu ainda tinha (tenho) as outras contas para pagar. A grana era pouca e era regra eu atrasar as contas todos os meses. O resultado disso é óbvio: dura e com nome no SPC/SERASA.
Após ser demitida do trabalho anterior, aproveitei a grana da rescisão para limpar meu nome, porque não fazia ideia que arrumaria outro emprego logo. 
Acontece que eu sou uma irresponsável de carteirinha e foi só saborear os primeiros meses longe da dívidas para sentir muita saudade delas e voltar a perder o sono com as contas.
O meu emprego é bacana, me paga um salário justo, mas mesmo assim eu continuo gastando mais do que recebo.
Já tomei algumas providências, cortei alguns gastos, quebrei cartões, pedi que retirassem o meu limite no banco e etc, mas as contas vencidas continuam ali, esperando por uma solução.

Ainda em Fevereiro de 2012, eu disse que queria aprender a fazer algo e ganhar algum dinheiro com isso. Então aqui estou, usando as minhas habilidades para algo que aprendi em um dia despretensioso, andando pelo Centro da cidade. Começou sem querer, ajudando o pessoal do trabalho, já que trabalho em uma agência de faz tudo publicidade, que além de divulgar o seu evento, gravar o seu comercial, ela ainda organiza a sua festa seja ela grande, média, pequena ou uma simples reunião informal. 

A coisa rendeu e agora além de trabalho nosso de cada dia, eu também tenho um "trabalho" meu de todos os dias. Assim que passar a correria e eu terminar de montar a página no Facebook e no Instagram eu prometo que conto tudinho para vocês, combinado? 

Não esqueçam de mim, por favor. Eu juro que o sumiço é por uma boa causa e que voltarei em breve para colorir a vida, casa, quarto, sala e tudo mais de vocês. =)






2 Contando um conto e aumentando um ponto.:

  1. Você falando em terapia e eu lembrando que também tenho que ir pra uma, to precisando. À respeito do sumiço, todos compreendem, porque essa vida financeira não tá fácil pra ninguém e a inflação só aumenta, que que isso. Não esquece mesmo de compartilhar com a gente esse novo projeto, junto com a página.
    Beijoss

    ResponderExcluir







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!