Eu não sou daqui.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Às vezes, que não são raras, eu tenho a estranha sensação de não pertencer ao lugar que eu pertenço. Na verdade, de não pertencer a lugar nenhum.
Ir embora, mudar de cidade, de estado, de bairro ou até mesmo de casa, sempre esteve em pauta. É o que sempre penso quando as coisas não vão bem.  É como se fosse em um jogo de Vídeo Game, que se você vai mal na partida, você vai lá, dá um Start e recomeça. 
Quando eu fui demitida do emprego anterior, a única certeza que eu tinha era que se nada desse certo, eu arrumaria a mala, alugaria o meu apê e começaria em outro lugar, distante daqui. A passagem, inclusive, está comprada para Dezembro, que foi o prazo que me dei para arrumar a bagunça que estava a minha vida. 
A verdade é que eu nunca quis ficar aqui, mas aquela (muitas vezes falsa) sensação de segurança me prendia. Foi aqui que nasci, é aqui que tenho amigos, é aqui que sei andar nas ruas sem me perder e, agora, é aqui que tenho um emprego decente. E isso muda tudo. 
Quem acompanha o Blog sabe que eu passei por maus bocados, devendo tudo, com nome sujo e fazendo das tripas um coração para muitas vezes ter o que comer. Não estou no emprego dos sonhos, mas é algo que me permite pagar as contas e viver, digamos, com folga. Bate um medo de largar tudo isso e arriscar. Mas aí eu fico com mil dúvidas na cabeça e a principal delas é: será que sou/estou feliz aqui?
Eu, sinceramente, não tenho a resposta. Até descobrir, a passagem vai continuar ali, no meu Email, mesmo que seja apenas para um passeio de final de ano. 



5 Contando um conto e aumentando um ponto.:

  1. Acho que todo mundo passa por uma fase assim, de se questionar sobre o pertencimento a um lugar e querer jogar tudo pro alto, mudar totalmente. Penso nisso várias vezes, mas me falta coragem pra recomeçar. Não que eu esteja vivendo um momento complicado - acho que no meu caso é mais me cansar da rotina e querer tentar coisas novas. (:

    ResponderExcluir
  2. Isso tudo acontece com todos, mas levante a cabeça e siga em frente é o melhor a se fazer.

    Que tudo se resolva da melhor forma possível :)

    beijos.
    www.deep-luv.com

    ResponderExcluir
  3. É realmente complicado. Passamos a vida inteira com essa falsa segurança que nos prende nos lugares, sem ao menos dar uma chance de jogar tudo pro alto e seguir em frente. Espero que as coisas tenham melhorado (:

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Acho que seu passeio de final do ano vai ser muito bom para rever essas questões e lhe dar a resposta se deves continuar por aí ou se arriscar com tudo em um novo lugar.Qualquer que seja a decisão o principal é ter paz e estar de bem consigo mesma.

    Bjos e sucesso na sua jornada!

    Gisley Scott
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Acho que seu passeio de final do ano vai ser muito bom para rever essas questões e lhe dar a resposta se deves continuar por aí ou se arriscar com tudo em um novo lugar.Qualquer que seja a decisão o principal é ter paz e estar de bem consigo mesma.

    Bjos e sucesso na sua jornada!

    Gisley Scott
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!