Notícias da Babilônia

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Para 2013 eu não fiz promessas. Fiz pedidos. Cansei daquela coisa de ter de cumprir o que me prometi no ano anterior. Agora, fico no pedido, se não rolar, digo que foi porque não mereci. Simples.

Um desses pedidos de 2013 foi manter o Blog atualizado com posts ou fotos, em último caso, mas a real é que o começo do ano foi uma porcaria em tamanho extra plus size. 
Para começar, trabalhei dia 31/12 até às 18h. A viagem planejada para o litoral com os amigos não aconteceu, por motivo de eu não ter carro e todos já estarem lá, obviamente. Até consegui com a chefe uma autorização para sair mais cedo, mas a supervisora que do nada resolveu implicar comigo, não me deixou sair. Comi calada e passei a virada do ano em casa, sozinha e assistindo TV. Uma maravilha. #SQN

No trabalho, a supervisora antes minha amiga do peito, irmã, camarada resolveu virar as costas e eu juro que não sei o motivo. Fez e continua fazendo tudo para me sacanear. Mudou meu turno, me colocando para sair do trabalho às 22h. Muda meus plantões em cima da hora sem me avisar ou colocar nada no quadro..apenas manda a nova escala via Email e eu que me vire para chegar. Não deixa sair mais cedo, mesmo a chefe (minha e dela) autorizando, implica com meus intervalos, se estou conversando, se estou sorrindo e se duvidar, até se estou respirando. É um saco trabalhar com alguém pegando no seu pé e torcendo lindamente para você se foder. Implicância boba, sabe? Sem necessidade...ou talvez a necessidade dela de mostrar que pode mais, que quem manda é ela..sei lá. Sinto que ela está fazendo de tudo para eu desistir, mas eu sou brasileira e não desisto NUNCA.

Também no trabalho algumas cabeças foram cortadas e até saber quais seriam essas cabeças o mês foi de pura angustia. Graças a Deus a minha não foi para degola, mas fiquei triste pelas pessoas queridas que foram demitidas.

A parte boa é que o coração está querendo ter um inquilino, mas o medo da entrega habita os dois lados da situação e fica aquela coisa de chove mas não molha. Esperando por uma definição da situação.

Minha vida financeira, aquela que eu venho prometendo cuidar desde sempre, continua agonizando. Devo no banco, nos cartões e vivo sem dinheiro para nada, até para coisas básicas, já que ando gastando tudo com supérfluos. Sério, gente, eu não sei me controlar. Gastei quase 500 reais em cosméticos, perfumes e esmaltes.

A alimentação continua precária e aquela velha promessa de cuidar mais de mim permanece. Ops, promessa não, pedido. 

Carnaval está aí e eu não vou curtir, porque como disse lá em cima, a supervisora quer me ferrar e me colou para trabalhar até às 22H todos os dias, inclusive, no Domingo. Não está fácil para ninguém, principalmente, para mim.

Bom carnaval, galera. :)


0 Contando um conto e aumentando um ponto.:

Postar um comentário







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!